Prefeitura mobiliza estrutura pública diante das fortes chuvas

Prefeitura mobiliza estrutura pública diante das fortes chuvas

Defesa Civil registrou 34 ocorrências até esta segunda-feira, dia 8

 

A Prefeitura de Volta Redonda, diante das fortes chuvas que caíram na cidade durante o domingo, dia 7, e a madrugada de segunda-feira, dia 8, disponibilizou toda a estrutura para atuar nas ruas do município, visando diminuir os danos a população. Até a manhã desta segunda-feira, o órgão recebeu 34 ocorrências.

 

De acordo com a Defesa Civil, choveu num período de 24 horas, uma quantidade acumulada de 99 milímetros, quando o suportável pelo solo para rápido escoamento é de 20 milímetros. Já o Rio Paraíba do Sul está dois metros acima do nível normal.

 

O prefeito Samuca Silva destacou que foi criada uma força-tarefa da prefeitura para atuar no município. “Apesar do grande volume de chuva que caiu na cidade nos últimos dias, não tivemos nenhuma grave ocorrência e nem vítimas. Nossas equipes estão nas ruas, fazendo limpeza de vias, córregos, retirando entulho e, principalmente, avaliando casos de deslizamento e riscos a população. Pedimos para que os moradores redobrem a atenção nesse período”, disse Samuca.

 

O coordenador da Defesa Civil de Volta Redonda, capitão Rafael Champion, informou que a cidade está em estado de alerta. “O índice de chuva está acima do suportável pelo solo do município, por isso tivemos diversos pontos de alagamento, mas que já escoaram. Toda nossa estrutura está nas ruas para acompanhar as ocorrências”, destacou, ressaltando que há ocorrência de deslizamento de terra e quedas de árvores, postes e muros.

 

De acordo com o capitão Champion, a cidade segue em estado de alerta, já que a previsão meteorológica mantém as condições de chuva com possibilidade de pancadas, de intensidade moderada a forte, com acumulados significativos em grande parte do centro-sul do Rio de Janeiro. “Estamos atentos, a Defesa Civil orienta que famílias que residem em áreas de encostas e rios se abriguem em locais mais seguros, para evitar possíveis danos. Qualquer ocorrência, a população pode entrar em contato conosco pelo telefone 199”, acrescentou.

 

Segundo o capitão, quatro famílias estão desalojadas por conta das chuvas: uma do São Cristovão; uma do Retiro; e duas do Santo Agostinho. “Mas todas já se encontram em casas de amigos e parentes”, ponderou o coordenador da Defesa Civil.

 

O secretário municipal de Infraestrutura, Toninho Oreste, destacou que as equipes da pasta já estão na rua, mesmo com o tempo ainda chuvoso, para diminuir os danos a população. “Toda nossa estrutura está nas ruas para auxiliar a população e minimizar os danos causados”, disse Toninho.

 

De acordo com o diretor-executivo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto, José Geraldo Santos, o Zeca, a equipe da autarquia também está de prontidão para atuar nas ruas da cidade. “Os nossos funcionários, assim como todos os equipamentos, já estão atuando no que é necessário. Temos equipamentos de sucção de rede de esgoto, que foram entupidas, para diminuir os transtornos à população diante da grande quantidade de chuva”, destacou Zeca.

 

Também fazendo parte da força-tarefa da prefeitura, o Fundo Comunitário de Volta Redonda (Furban) está atuando na cidade. “Nós já havíamos monitorado algumas áreas com risco de deslizamento, tanto que licitamos 11 obras de contenção no final do ano passado. Já estamos emitindo a ordem de serviço para as obras começarem. Além disso, estamos monitorando áreas afetadas, junto com a Defesa Civil, para avaliar os danos”, disse o diretor do órgão Ronie de Oliveira Machado.

 

O Furban também está atuando no bairro Vila Rica/Três Poços. “Estamos fazendo a limpeza do Córrego de Três Poços e a limpeza geral da rede de água potável do bairro, para evitar alagamentos”, acrescentou Ronie.

 

Por Mateus Gusmão – SecomVR

Prefeitura Municipal de Volta Redonda | Praça Sávio Gama, nº 53 - Aterrado | CEP: 27215-620 | Tel: (24) 3345-4444