Volta Redonda investe R$ 1 milhão em tratamento de esgoto

Volta Redonda investe R$ 1 milhão em tratamento de esgoto

Verba é do Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano

 

A Prefeitura de Volta Redonda, para concluir a elevatória de captação de esgoto da 207, recebeu R$ 1 milhão. A verba foi enviada ao município pela Secretaria Estadual do Ambiente, através do FECAM (Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano). A previsão para término é de seis meses. A verba foi liberada através de intermediação do deputado estadual André Correa.

 

Para o prefeito Samuca Silva, a liberação do recurso para obra, em um momento de crise financeira do estado, demonstra a capacidade de diálogo do governo municipal. “Conversamos com o deputado André Correa que nos ajudou a liberar a verba para essa importante obra, que vai gerar um bem estar para a população. Vamos evitar que uma grande quantidade de esgoto vá para o Rio Paraíba do Sul, passando por um tratamento adequado”, concluiu Samuca Silva.

 

De acordo com o diretor-presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto, José Geraldo Santos, o Zeca, a obra vai captar o esgoto de bairros como 207, Eucaliptal, São Lucas, São Cristóvão, entre outros. “O esgoto será levado para tratamento na Estação de Tratamento de Esgoto Gil Portugal, na Vila Santa Cecília. As obras vão começar imediatamente”, destacou Zeca.

 

Segundo ele, o aumento na coleta de esgoto permitirá um aumento da capacidade de operação da ETE Gil Portugal. “Aumentando nossa porcentagem de esgoto tratado, vamos conseguir captar recursos federais para mais obras de saneamento urbano de Volta Redonda. Esses recursos são do Programa Despoluição de Bacias Hidrográficas (Prodes) da Agência Nacional de Águas.  Vamos captar mais de R$ 5 milhões”, disse o presidente do Saae.

 

Por Mateus Gusmão – SecomVR

Prefeitura Municipal de Volta Redonda | Praça Sávio Gama, nº 53 - Aterrado | CEP: 27215-620 | Tel: (24) 3345-4444