Conselho Municipal do Idoso pede a população para denunciar violência

Conselho Municipal do Idoso pede a população para denunciar violência

Em 2 anos mais de 560 pessoas idosas, vítimas de violência,  foram assistidas pelos órgãos públicos em Volta Redonda

 

No próximo dia 15 de junho, data em que é lembrado o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, Volta Redonda consegue avanços com o trabalho desenvolvido com a população da terceira idade. Até agora o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa de Volta Redonda já registrou 563 atendimentos. Desse total, os casos mais freqüentes são referentes a negligência familiar, abandono, abuso econômico financeiro e violência psicológica.

 

O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa de Volta Redonda faz um alerta à população: “Estudos comprovam que mais de 80% dos casos de violência contra idosos acontecem dentro de casa, onde os cuidados são negligenciados. Essas violações acontecem, geralmente, com idosos dependentes de cuidados especiais, que não tem mobilidade”, diz a presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa de Volta Redonda, Mariana Pimenta.

Ela sugere que a população fique atenta e denuncie qualquer tipo de violência contra os idosos pelo telefone 3339 9275 do Centro de Pré-Atendimento ao Idoso ou pelo Disque 100, 127 do Ministério Público e 190 da Polícia.

“O objetivo do Conselho é sensibilizar a sociedade para o combate a qualquer forma de violência, que atinge as pessoas com 60 anos ou mais, onde podemos citar a violência física, negligência e abandono, a sexual, a econômica financeira e patrimonial, a autoagressão, a autonegligência e a psicológica”, resumiu a presidente do Conselho.

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, afirmou que as secretarias municipais estão se reunindo para desenvolver ações na defesa dos direitos da pessoa idosa no município: “Nossa cidade tem políticas públicas consolidadas que ajudam no combate à violência, e na valorização dos idosos. Acredito que trabalhando em conjunto, a visibilidade será maior e vamos aumentar a conscientização das pessoas sobre a não violação dos direitos dos idosos”, frisou. 

Dia Mundial de Conscientização - A data 15 de Junho foi instituída em 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção da Violência à Pessoa Idosa(INPES).

“A violência contra idosos é um fenômeno mundial. Não são raros casos de idosos agredidos por quem deveria cuidá-los. A data deve ser lembrada e entendida como um dia alusivo de enfrentamento ao combate à violência sofrida pelos idosos”. ressaltou Mariana Pimenta.

Em Volta Redonda, as pessoas idosas podem contar com uma rede de atendimento e proteção, integrada pela Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos; Secretaria Municipal de Ação Comunitária, Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa  - é um órgão colegiado com representação das sociedade civil e poder público,  de caráter consultivo, deliberativo e fiscalizador, responsável por diretrizes e metas na política municipal do idoso, em consonância com o Estatuto do Idoso e Política Nacional do Idoso – e o CEPAI (Centro de Pré-Atendimento ao Idoso).

A presidente do Conselho Municipal explica a atuação do órgão: “O Conselho faz acompanhamento, fiscalização e avaliação da política e ações pela melhoria da qualidade de vida das pessoas idosas no município, com base em direitos definidos na legislação municipal, estadual e federal”, disse.

O Centro de Pré-Atendimento ao Idoso é um serviço municipal, vinculado a Secretaria de
Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos- tem como finalidade o acolhimento e
orientação à pessoa idosa. Esse serviço funciona funciona dentro da secretaria, no
período de janeiro a março de 2018 realizou 127 atendimento a idosos.

O CREAS- Centro de Referência Especializado de Assistência Social, da Secretaria
Municipal de Ação Comunitária-SMAC é uma unidade pública do SUAS (Sistema Único de
Assistência Social) que tem como papel construir uma referência na oferta de trabalho
especializado no SUAS (Sistema Único de Assistência Social) à famílias e indivíduos em
situação de risco pessoal e social, por violações de direitos.

Texto de Afonso Gonçalves

Prefeitura Municipal de Volta Redonda | Praça Sávio Gama, nº 53 - Aterrado | CEP: 27215-620 | Tel: (24) 3345-4444