Equipe da PMVR Fiscaliza Estrutura de Viaduto

Denominadas “Obras de Artes”, as inspeções acontecem em viadutos, pontes e passarelas da cidade

Aconteceu na manhã desta quinta-feira, dia 14, uma fiscalização no viaduto da Radial Leste com o objetivo de estabelecer um programa de manutenção sistemáticas, nas chamadas “Obras de Arte” do município, que engloba pontes, viadutos e passarelas. A vistoria foi coordenada pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU) e teve a participação de representantes da secretaria municipal de Infraestrutura (SMI), Defesa Civil, e o Fundo Comunitário de Volta Redonda (Furban).

Essa é a segunda fiscalização que aconteceu, numa série de seis que estão programadas. A primeira foi no viaduto Nossa Senhora das Graças, no bairro Aterrado. O Presidente do IPPU, Marcio Lins contou que a ideia das visitas é de desenvolver na prefeitura um sistema de manutenção para essas pontes, viadutos e passarelas.

“Precisamos que esse serviço seja sistemático, pois usa melhor o dinheiro do cidadão, para não desperdiçar e nem faltar nessas demandas. Visto que são sazonais, por exemplo, na época de chuva há a necessidade maior de alguns serviços e na época de seca, há outras oportunidades”, explicou.

Marcio explicou ainda que, existem construções metálicas, de concreto e misto e para cada tipo de construção existe um tipo de manutenção dessas categorias. Por isso a necessidade de programar, inspecionar e fazer uma programação da manutenção.

“Com esse programa de manutenção desenvolvido de forma profissional é possível com menos recursos e com menos pessoal, fazer muito mais”.

O coordenador da Defesa Civil, Leandro Rezende, informou que a perícia anual de ponte e viadutos é uma determinação da lei federal 5825/2017. “O prefeito Samuca Silva atribuiu que fosse criado um grupo de trabalho para fiscalizar e periciar todas as pontes e viadutos do Município. A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil tem um papel fundamental na gestão de risco a desastres, portanto deve indicar as ameaças e vulnerabilidades para que se tomem providências, eliminando o cenário de risco e consequentemente darem segurança a população”, frisou Leandro.

Essa é uma programação de uma série de seis iniciais, que esta servindo de aprendizado para as equipes e fazer o relatório para, a partir daí, criar o sistema de manutenção. Propondo para o prefeito a organização dessas ações.

Essa foi uma demanda proposta pelo prefeito Samuca Silva, e designou que uma equipe fique responsável por criar esse cronograma.

“Esse é um trabalho novo no município e vai aperfeiçoar as demandas e permitir que tenhamos manutenções constantes em todas as nossas pontes, viadutos e passarelas do município. Aproveitamos para contar com o apoio da população para nos informar os locais que mais estão danificados através do aplicativo ‘Fiscaliza VR’, assim enviaremos a equipe para solucionar o problema”, finalizou Samuca.

Por Renan Ferreira com fotos de Gabriel Borges - Secom/VR

 

Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Volta Redonda

Rua: José Harmito de Sá, nº. 25 - 1º, 2º e 3º andar - Aterrado - CEP: 27215-310

Tel.: (24) 3339-9090 / (24) 3339-9267 / Fax: (24) 3339-9085