Semana da Luta Antimanicomial

 

 

 

 

     A Secretaria Municipal de Saúde, através da Área Técnica de Saúde Mental, comemora a Semana da Luta Antimanicomial, que acontece entre os dias 16 a 20 deste mês, com diversas ações direcionadas aos usuários e familiares da Saúde Mental.  Com o tema “Vida Saudável”, a semana de evento objetiva promover a inserção social dos usuários em espaços comuns, de socialização, incentivando a saúde e a cidadania.

     As atividades desta semana agregam as Unidades Básica de Saúde da Família e Unidades Básica de Saúde. Para o Dia de Luta Antimanicomial, comemorado nesta quarta-feira, 18, a SMS/VR programou evento diferenciado com apresentação do filme “Bicho de Sete Cabeças”. A exibição do filme acontece em parceria da SMS/VR com a UFF (Universidade Federal Fluminense) e Instituto Degaz, às 18 horas, no Memorial Getúlio Vargas, na Vila Santa Cecília.

     E para encerrar a Semana de Luta Antimanicomial, haverá ainda recreação para usuários e familiares da Saúde Mental, no Parque Aquático Municipal, durante o período da manhã. À tarde, a semana de eventos, se encerra com um Sarau Literário, às 15 horas, na Praça Brasil.

HISTÓRICO - O Movimento da Luta Antimanicomial definiu o dia 18 de maio como data em que se realizam ações em prol dos direitos dos usuários e familiares da Saúde Mental, orientando a população acerca do direito de acesso a uma atenção digna dos serviços de saúde mental. 

      Em 1987, este movimento, que ganhou força após regime militar,  passou a contar com Trabalhadores de Saúde Mental, que na cidade de Bauru, São Paulo, reuniram cerca de 350 trabalhadores deste setor para debaterem sobre o cenário das péssimas condições do sistema de saúde mental vigente no país.

     Estas ações e debates ganharam força e se multiplicaram, resultando em um movimento social de construção de uma nova forma de cuidado em saúde mental. Outro avanço foi a Reforma Psiquiátrica, estabelecida pela Lei 10216 de 2001 (Lei Paulo Delgado), que se tornou importante elemento no direcionamento de reformulação do modelo de Atenção à Saúde Mental.

     Esta lei transfere o foco do tratamento que se concentrava na instituição hospitalar com características asilares, para uma Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), estruturados em unidades de serviços comunitários e abertos. A RAPS preconizam em suas diretrizes o respeito aos direitos humanos, garantido a autonomia e liberdade das pessoas, combate a estigmas e preconceitos, garantia do acesso e da qualidade dos serviços ofertando cuidado integral incentivo de atividade no território.     

 

 

 

 

Secretaria Municipal de Saúde

Rua 566, nº 31 - Nossa Senhora das Graças  |  CEP: 27295-390

Tel: (24) 3339-9635/ 3339-9636/ 3339-9637  |  Tele/fax: (24) 3347-4148  |  Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.