• images/slider/01.jpg
  • images/slider/02.jpg
  • images/slider/03.jpg
  • images/slider/04.jpg

Rede de Atenção Básica

 

O QUE É ATENÇÃO BÁSICA? 

A Atenção Básica (AB) é a principal porta de entrada no SUS e exige das equipes um esforço significativo para o estabelecimento de vínculo entre o usuário e o serviço, ao longo do tempo, além de ser responsabilidade dos municípios.

Na AB são desenvolvidas ações de promoção, proteção, prevenção de agravos, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde.

As unidades da AB e suas equipes são responsáveis por um determinado território e consideram o sujeito (o usuário do SUS) em sua singularidade e em sua inserção.

 

 


COMO FUNCIONAM AS UNIDADES DA AB?

Em Volta Redonda, a maior parte das unidades básicas de saúde, conhecidas popularmente por “postos de saúde”, funciona com equipes de Saúde da Família, embora ainda tenhamos na rede de atenção à saúde, unidades que funcionam no modo convencional.

Saúde da Família é uma estratégia para mudar e organizar o cuidado em saúde na AB, a partir da compreensão da importância do trabalho em equipe multidisciplinar, incluindo nessa equipe o Agente Comunitário de Saúde, responsável em ser o elo entre a comunidade e a equipe de saúde.

Na nossa cidade as equipes das Unidades Básicas de Saúde da Família são compostas por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, agente comunitário de saúde além do recepcionista, assistente administrativo e auxiliar de serviços gerais.As equipes de Saúde da Família, como o próprio nome diz, são responsáveis por um determinado número de pessoas e suas famílias. Em muitos bairros funcionam as Clínicas Odontológicas Concentradas (COC), que são unidades de Saúde Bucal, com equipes que atuam em conjunto com as equipes de Saúde da Família.

As equipes de Saúde Bucal são compostas por dentista, técnico de higiene dental, além do recepcionista, assistente administrativo e auxiliar de serviços gerais. O trabalho dessas duas equipes deve priorizar a atenção aos grupos de risco (crianças, gestantes, idosos, hipertensos, diabéticos), as ações de promoção da saúde (integração inter setorial, ações de educação em saúde) e as ações de prevenção das doenças (imunização, exames preventivos, campanhas educativas) no âmbito individual e coletivo.

Na prática isto significa garantir acesso a:

• Grupos de Educação em Saúde (Planejamento Familiar, Tabagismo, Cuidados na, Prevenção do Hipertensão e Diabetes, Atividade Física, Prevenção da Obesidade, Cuidados no Pré-natal, Saúde Bucal, Geração de Renda, etc.);
• Rodas de Terapia Comunitária;
• Acompanhamento do pré-natal, da puericultura, vigilância nutricional;
• Vacinas, teste do pezinho, coleta de preventivo, escovação orientada;
• Consultas de Medicina da Família e Comunidade realizadas por médicos, enfermeiros e dentistas, além de consultas médicas de ginecologia e pediatria;
• Visita domiciliar por agentes comunitários de saúde, médicos, enfermeiros, dentistas;
• Coleta Descentralizada para exames de laboratório;
• Cuidados de enfermagem (aferição da pressão arterial, curativos, administração de medicamentos com prescrição, nebulização);
• Dispensação dos medicamentos da Farmácia Básica;
• Integração ensino serviço (participação de acadêmicos da área de saúde nas atividades do cotidiano da equipe);
• Integração com a rede escolar através do Programa Saúde na Escola;
• Integração com diferentes níveis e serviços que constituem a Rede de Atenção à Saúde (MAC, Urgência e Emergência, Hospitalar, Vigilâncias, etc);
• Integração com diferentes setores da sociedade, visando a integralidade do cuidado em saúde (ação comunitária, conselhos de direito, judiciário, ministério público, etc.).

As unidades básicas têm equipes multidisciplinares compostas por: médicos (clínico, pediatra, ginecologista e homeopata), enfermeiros, técnicos de enfermagem, além de recepcionistas, assistentes administrativos e auxiliar de serviços gerais.

Essas unidades oferecem:

• Acompanhamento do pré-natal, da puericultura, vigilância nutricional;
• Vacinas, teste do pezinho, coleta de preventivo;
• Consultas médicas de clínica geral, ginecologia e pediatria;
• Coleta Descentralizada para exames de laboratório;
• Cuidados de enfermagem (aferição da pressão arterial, curativos, administração de medicamentos com prescrição, nebulização);
• Dispensação dos medicamentos da Farmácia Básica;
• Integração com diferentes níveis e serviços que constituem a rede de atenção à saúde (MAC, Urgência e Emergência, Hospitalar, Vigilâncias, etc.).

 

COMO ACESSAR AS UNIDADES DA ATENÇÃO BÁSICA?

• Consultas agendadas (consultas médicas, de enfermagem e odontologia) para os grupos prioritários: podem ser agendadas pelos próprios usuários na unidade ou através da visita domiciliar do agente comunitário de Saúde;
• Consultas de Urgência: de acordo com a necessidade na própria unidade ou com encaminhamento;
• Consultas com Especialistas: agendadas através do sistema de regulação, via internet, após avaliação da necessidade pelo médico;
• Vacinas, teste do pezinho, aferição da pressão arterial, aplicação de medicamentos, orientações: atendimento no mesmo dia;
• Coleta de material para exames: de acordo com o dia e horário programados;
• Atividades de Grupos: de acordo com o dia e horário programados;
• As consultas em Saúde Bucal são agendadas de acordo com o bairro de residência: nas UBSF, por demanda do próprio usuário, e em datas definidas previamente.

 

UNIDADES DA REDE DE ATENÇÃO BÁSICA:

→  Rede de Atenção Básica - Distrito Sanitário Norte

→  Rede de Atenção Básica - Distrito Sanitário Sul

Secretaria Municipal de Saúde

Rua 566, nº 31 - Nossa Senhora das Graças  |  CEP: 27295-390

Tel: (24) 3339-9635/ 3339-9636/ 3339-9637  |  Tele/fax: (24) 3347-4148  |  Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.