Cerca de 50 atletas estão inscritos para a competição de três dias na Praça da ETPC

Nesta sexta-feira, dia 26, até as 18 horas, a praça de esportes da Escola Técnica Pandiá Calógeras( ETPC), na Vila Santa Cecília, sedia o II Torneio Simples de Tênis Interpolos. Trata-se de uma competição entre os alunos que participam da Escolinha de Tênis da Fundação Beatriz Gama. A previsão é que 50 alunos integrantes do projeto disputem as competições individuais, que acontecerão até domingo. Os dois primeiros colocados de cada categoria serão premiados com troféus.

Segundo a organização, a competição prevê partidas com 8 games e tempo de 40 minutos aproximadamente. As partidas são individuais e por eliminação. Uma novidade é que o torneio homenageia o atleta João Pedro Souza, que morreu aos 18 anos num acidente de bicicleta, no bairro São João, ainda este ano. No momento do acidente, João Pedro se deslocava justamente para uma quadra de tênis.

O jovem praticava o esporte desde os 7 anos de idade e ganhou várias competições na região e até no Rio de Janeiro, no Barra Tênis Clube. Era um incentivador do esporte para os menores. A mãe do rapaz, Dina Braga, de 66 anos, é uma das praticantes do Projeto Tênis FBG na Comunidade: “Acho uma homenagem muito merecida que a Fundação Beatriz Gama está fazendo. Ele amava jogar tênis. Eu comecei a pouco tempo e acho este projeto muito bom pelo incentivo que nos dá”, comentou Dina.

Outro praticante que estava recebendo as orientações do professor Érico Nascimento, na quadra da ETPC, também elogiou o projeto.

“Muita gente queria, mas não consegue jogar o tênis porque não é em qualquer lugar que tem. É importante esse apoio da prefeitura, da FBG, disponibilizando os locais e uma pessoa para nos orientar. É um esporte legal, bem democrático, qualquer pessoa pode praticá-lo se quiser”, afirmou o engenheiro Otávio Barbosa, 29 anos, que faz parte de um grupo de 20 pessoas que estava treinando para o II Torneio que inicia amanhã, sexta-feira, 26.

Érico Nascimento destacou a importância do projeto e seu alcance social. “O Tênis é considerado um esporte mais seletivo e o governo municipal está oferecendo esta oportunidade a todos. Até o momento, o projeto Tênis FBG já conquistou cerca de 200 alunos em Volta Redonda, nos seis pólos onde foi implantado. Recebemos total apoio do presidente da Fundação Beatriz Gama, Vitor Hugo, e do prefeito Antonio Francisco Neto”, disse.

Além de Érico Nascimento, outros professores fazem parte do projeto. São eles: Samuel Sueth, Marcelo Barroso e Alexandre Xandão. Todos sob a coordenação geral do professor Edison Nascimento, que responde ao presidente da Fundação Beatriz Gama, Vitor Hugo Gonçalves de Oliveira. “As inscrições estão abertas para as aulas gratuitas da Escolinha de Tênis da FBG. A participação é livre para qualquer morador de Volta Redonda. Esse esporte proporciona uma contribuição física e mental, social, e favorece o desenvolvimento das crianças”, ressalvou Edison Nascimento.

Foto: Divulgação/Secom PMVR