Processo seletivo será realizado pelo Grupo CETEFE Recursos Humanos

A prefeitura de Volta Redonda passa a integrar a lista de cidades com arquivos digitalizados. A iniciativa faz parte das ações da administração municipal para modernizar o acervo, mas terá um ponto ainda em destaque: a mão de obra utilizada na digitalização será quase que totalmente formada por pessoas com deficiência.
Ao todo, serão disponibilizadas cerca de 30 vagas, na sua maioria para pessoas surdas, autistas e cadeirantes. Os candidatos à vaga de trabalho deverão se inscrever através do site https://cetefe.org, no link "cadastre seu currículo", até a próxima sexta-feira, dia 31.


Entre as vagas oferecidas estão: preparador, digitalizador e indexador. Será exigida a comprovação das seguintes qualificações: diploma de conclusão do Ensino Fundamental e conhecimentos básicos de informática (Windows, Word, Excel, Internet e Correio Eletrônico).
Para executar o trabalho, a Prefeitura de Volta Redonda contratou o Centro de Treinamento de Educação Física Especial – CETEFE, uma associação para intermediar a contratação de pessoas portadoras de deficiência para prestação de serviços especializados em gestão e tratamento documental. Isso inclui atividades de higienização, preparação, digitalização de documentos, tratamento de imagens, indexação de documentos com reconhecimento de caracteres (OCR).

O contrato tem duração de 12 meses e o trabalho será realizado na Seção de Documentação e Arquivo da Prefeitura, localizado na antiga Escola Estadual Maranhão, que fica no bairro Eucaliptal. O início dos trabalhos está previsto para a segunda quinzena de janeiro de 2022. De acordo com o secretário municipal de Administração, Cláudio Franco, o projeto vai garantir modernidade e agilidade à administração pública municipal.
“Esse é um projeto que vai beneficiar as pessoas com deficiência neste momento do processo, mas que depois será benéfico para todo funcionalismo e toda a população de uma maneira geral. Além de evitar perdas de documentos, teremos todos mais agilidade para consultas", disse.


Já o secretario municipal da Pessoa com Deficiência, Pastor Washington Uchôa, destacou que o momento é de grande importância para o município.
“Estamos, cada vez mais, criando oportunidades para as pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Isso é muito importante, pois estamos abrindo os horizontes para essas pessoas que passam a se sentir úteis. Isso também muda a mentalidade das pessoas no ambiente de trabalho, que percebem o quanto o deficiente é capaz. O que a administração municipal está fazendo é um grande passo para uma sociedade mais justa e que respeita as diferenças”, disse o secretário.

 

Foto: Secom/PMVR