Pelo menos 15 bairros terão queima de fogos; medida incentiva moradores a acompanharem de casa as comemorações de ano novo

Volta Redonda não terá shows durante o Réveillon de 2022 devido à pandemia da Covid-19. Entretanto, o prefeito Antonio Francisco Neto anunciou uma queima de fogos descentralizada em pelo menos 15 bairros. A maior, com duração de mais de 10 minutos, será em cima da caixa d’água, no bairro Santo Agostinho, sobre a curva do Rio Paraíba do Sul.

Em outros pontos, a queima de fogos será com duração aproximada de até 5 minutos, nas partes altas nos seguintes bairros: Santa Rita de Cássia, Eucaliptal, Vila Brasília, Santa Cruz, São Sebastião, Água Limpa, Roma, Belmonte, Três Poços, Vila Rica/Tiradentes, Monte Castelo, Jardim Ponte Alta, Bela Vista e Açude.

De acordo com o prefeito, os fogos de artifício foram doados por meio da iniciativa privada. A descentralização, segundo Neto, é para que os moradores possam celebrar o ano novo sem necessidade de sair de casa, a fim de evitar aglomerações.

“Vamos fazer uma queima de fogos em 15 bairros de Volta Redonda para incentivar as pessoas a acompanharem a virada em casa. Os shows de Réveillon estão cancelados para evitar aglomeração devido à Covid-19. Faço mais uma vez um pedido a todos os moradores: vacinem-se e continuem se cuidando, usem máscara e higienizem as mãos”, comentou o prefeito Neto.

A queima de fogos será acompanhada por técnicos, dois em cada bairro. Uma equipe de 15 profissionais estará concentrada no bairro Santo Agostinho, onde a duração dos fogos de artifício será maior.

 

Foto: Geraldo Gonçalves- Secom