Em janeiro, local abre para população de terça a domingo, das 8h às 17h; para entrar é necessário ter carteirinha e exame médico atualizado

Neste mês de janeiro, o Parque Aquático Municipal de Volta Redonda vai funcionar para o lazer de terça-feira a domingo, das 8h às 17h. As segundas-feiras são reservadas para os serviços de manutenção. A frequência é garantida para os moradores do município com carteirinha e exame médico atualizado.

Reaberto em fevereiro de 2021, após um ano fechado por conta da pandemia da Covid-19, até o mês passado, o Parque Aquático estava funcionando para o lazer apenas aos sábados e domingos. Durante a semana, o espaço estava reservado para escolinhas de natação e hidroginástica. O objetivo é evitar aglomeração de pessoas.

De acordo com o coordenador do Parque Aquático, Wagner Rogério de Oliveira, a equipe da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel), responsável pelo local, vai apresentar outro cronograma de funcionamento a partir do próximo mês. “Em fevereiro, as escolinhas retomam as atividades e o horário destinado ao lazer deve ser modificado”, avisou.

Além dos funcionários do parque, professores da Smel fazem plantão no local para orientar a população sobre como utilizar o espaço com segurança e auxiliar nas medidas de prevenção à Covid-19. Frascos com álcool em gel a 70% estão na entrada e na saída do parque, cantina e vestiários e o uso de máscara é obrigatório nos vestiários.

O parque tem 11,3 mil m² e conta com três piscinas, sendo uma para lazer, uma infantil e uma olímpica, vestiários e cantina, além da parte administrativa com secretaria, sala de professores e uma para exames médicos. Os exames dermatológicos são realizados na terça-feira e na quinta-feira, às 8h, e na quarta-feira, às 13h30.

Como fazer a carteirinha

O cadastro para frequentar o Parque Aquático de ser feito na secretaria do parque de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h, e das 13h às 17h. É necessária apresentação do Documento de Identidade, Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência em Volta Redonda.

Secom/PMVR
Foto de arquivo