Município já contabiliza 528.900 doses aplicadas no total, mas cuidados devem ser redobrados com nova variante

Volta Redonda tem 91% da população acima de 12 anos já com duas doses da vacina contra a Covid-19, com 213 mil pessoas alcançadas. O levantamento foi divulgado na manhã desta segunda-feira, dia 10, pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ainda de acordo com a secretaria, a cobertura vacinal de primeira dose é de 98%, no mesmo público-alvo, com 224.900 mil doses aplicadas. Além disso, a cobertura vacinal de terceira dose é de 40% na população acima de 18 anos. Já foram aplicadas 91 mil doses de reforço.

Volta Redonda contabiliza 528.900 doses aplicadas no total – desde o início da vacinação. O coordenador da Vigilância em Saúde de Volta Redonda, o médico sanitarista Carlos Vasconcellos, ressalta que os dados estão sendo computados para envio ao Ministério da Saúde. Entretanto, a SMS enfrenta dificuldade na atualização de doses aplicadas, após a instabilidade do e-SUS – plataforma que concentra dados em relação à Covid-19, do Ministério da Saúde – devido a um ataque hacker.

“A equipe da Vigilância em Saúde está atualizando o número de notificações da doença e o controle de doses aplicadas da vacinação em um banco de dados a parte. Dessa maneira, quando o sistema for totalmente restabelecido, os dados da vacinação serão atualizados no banco oficial de informações do ministério”, comenta Vasconcellos.

Cronograma de vacinação

A campanha de vacinação contra a Covid-19 continua em todas as 46 unidades básicas de saúde (UBSs e UBSFs). O município ampliou nesta segunda-feira, dia 10, o público-alvo para a terceira dose da vacina. Pessoas a partir de 18 anos, que receberam a segunda aplicação até o dia 15 de outubro, estão sendo vacinadas novamente.

Devido ao surgimento da variante Ômicron, o município reduziu o intervalo de tempo para aplicação da terceira dose. Na semana passada, Volta Redonda iniciou a aplicação da 4ª dose de reforço para pessoas imunossuprimidas, acima de 18 anos.

Para receber o reforço, é necessário apresentar a caderneta de vacinação contra Covid-19, CPF ou cartão do SUS, em uma das unidades básicas de saúde. Carlos Vasconcellos enfatiza que pessoas ainda não vacinadas com o reforço devem procurar o serviço de saúde.

A primeira dose segue sendo ofertada para moradores com idade acima de 12 anos, que não se vacinaram. A segunda dose, para quem tomou a 1ª com mais de 21 dias dos imunizantes: AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer. A segunda dose da Janssen está sendo aplicada após dois meses da dose única.

Funcionamento das unidades básicas

As UBSs e UBSFs do município funcionam das 8h às 16h. Algumas unidades têm horário diferenciado: Siderlândia, Jardim Paraíba, Vila Rica/Tiradentes, Açude I, Santo Agostinho e Santa Cruz, que ficam abertas até as 18h. Outras cinco funcionam em horário estendido: Vila Mury, Volta Grande, São Geraldo, São João e 249, até as 21h.
Vale lembrar que doses da vacina CoronaVac estão concentradas nas unidades 249, São Geraldo, Retiro 2 e Volta Grande.

Cuidados preventivos

Os cuidados de prevenção contra a Covid-19 devem ser redobrados com a nova variante Ômicron. O médico sanitarista Carlos Vasconcellos reforça o uso da máscara, a higienização das mãos com água e sabão e álcool 70%, o distanciamento social, e principalmente, manter o cartão de vacinação contra a doença atualizada – com as três doses do imunizante.
Além disso, Vasconcellos mencionou que Volta Redonda aguarda a entrega dos imunizantes para iniciar a vacinação nas crianças de 05 a 11 anos de idade.

 

Foto: Cris Oliveira- Secom/PMVR