Unidade na Arena Esportiva do bairro Voldac atenderá pessoas com deficiência de toda a região. Local contará com oficina de órteses

As obras para instalação do Centro Especializado de Reabilitação (CER III) na Arena Esportiva Nicolau Yabrudi, localizada no bairro Voldac, foram iniciadas nesta semana. O local atenderá pessoas com deficiência de toda a região e contará com oficina ortopédica, onde serão confeccionadas órteses e próteses ajustadas. A previsão para conclusão é de aproximadamente 10 meses.

A implementação do centro de reabilitação é um projeto da Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. No local, haverá atendimentos para pessoas com deficiência auditiva, física, intelectual e visual. Atualmente, esses atendimentos do CER ocorrem de forma descentralizada em três locais do município: em um prédio da Secretaria de Saúde, além do Follow-Up - centro de referência para crianças com atraso no desenvolvimento motor e intelectual - e do Polo de Ostomizados, que funcionam em locais separados.

Depois de pronto, o complexo de saúde na Arena Esportiva da Voldac vai abrigar todos os atendimentos, nos mesmos moldes do que acontece hoje com o Estádio da Cidadania. Eles ocuparão o prédio I, em uma área de aproximadamente 2.100 metros quadrados. O prédio II vai continuar sendo a sede da Secretaria de Esporte e Lazer (Smel).

Estrutura e funcionamento

O Centro Especializado terá ao todo 34 salas de atendimento, divididas em três pavimentos. O projeto arquitetônico também será dedicado às questões de acessibilidade, que prevê piso tátil, mapa tátil, rampas, corrimãos e barras de apoio.

No térreo haverá o funcionamento ambulatorial com consultórios para as seguintes especialidades: oftalmologia, neurologia, ortopedia, psiquiatria, pediatria, odontologia e sala de prótese.

No segundo pavimento será o atendimento do Follow–Up, com consultórios de pediatria, fonoaudiologia, psicologia, assistência social, salas de fisioterapia, integração sensorial, terapia intensiva motora e tratamento intensivo cognitivo.

Já o terceiro pavimento será destinado à reabilitação física, intelectual e visual, e contará com seis consultórios, salas de fisioterapia, integração sensorial, orientação visual de mobilidade, atividade de vida prática (espaço que simula os ambientes de uma residência) e ginásio terapêutico.

O coordenador do Centro Especializado de Reabilitação (CER III), Vladimir Lopes de Souza, lembrou que o local contará com uma oficina ortopédica, onde órteses serão confeccionadas e próteses ajustadas.

“Além de todo o projeto, a oficina ortopédica será fundamental para o tratamento desses usuários. Um ganho para os moradores de Volta Redonda e região, pois esses pacientes tinham que ir para o Rio de Janeiro para conseguir este serviço em saúde. Toda a estrutura que está sendo montada, com esse novo espaço, vai garantir o atendimento especializado e adequado às necessidades de cada paciente”, disse o coordenador.

 

Foto: Cris Oliveira- Secom/PMVR